MUDANÇA DE PARADIGMA É FUNDAMENTAL E PARA GERENCIAR OS RESÍDUOS SÓLIDOS O GRUPO INER É ESSENCIAL

Atualizado: 15 de Nov de 2019




Tudo na vida é uma questão de mudança de paradigma, refletir sobre as próprias atitudes e até mesmo a refugar certos hábitos, comportamentos, ideais, será imprescindível para o equilíbrio psíquico, para bem-estar mental, social, ou quem sabe para um novo aprendizado.


Mude os seus pensamentos e você mudará o seu mundo.

( Norman Vicent Peale)


E uma delas é claro, é a necessidade de mudança de comportamento em relação ao nosso meio ambiente, pois valorizar a gestão do conhecimento sustentável e o trabalho ambiental é tão fundamental quanto o nosso respirar e que deve ser adotado por todos nós independente da idade.


“No manual do cidadão consciente, três "regras" estão por trás de qualquer atitude a ser tomada: Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Os "Rs" da sustentabilidade ajudam a criar uma relação mais harmônica entre o ser humano e o meio ambiente, de modo que o desenvolvimento econômico e social não seja prejudicial ao meio ambiente”.


REDUZIR


“Se prestarmos atenção nas compras que realizamos no cotidiano e nos serviços que contratamos, perceberemos que adquirimos muitas coisas que não precisamos ou que usamos poucas vezes. Portanto, reduzir significa comprar bens e serviços de acordo com nossas necessidades para evitar desperdícios. O consumo consciente é importante não só para o bom funcionamento das finanças domésticas como também para o Meio Ambiente”.


REUTILIZAR


“Na reutilização - ao contrário da reciclagem - o material não entra em um novo ciclo de produção. Ele é usado para outros fins como forma de combater o desperdício. Sabe aquele papel usado? Pode virar bloco de rascunho. A roupa ou o calçado que você não usa mais? Podem cair bem em outra pessoa. Ao reaproveitar materiais, colaboramos com a gestão do lixo, já que daremos outra função para os resíduos em vez de descartá-los, e na redução da exploração de recursos naturais”.


RECICLAR


“A reciclagem é o ato de transformar um resíduo em algo novo. Ao colocar o material num novo ciclo de produção, dá-se nova vida a ele. O que era considerado lixo, é transformado e volta como um novo produto para a casa das pessoas. E não fica ali, na natureza, demorando anos e anos para se decompor. Essa ação simples pode trazer uma série de benefícios, sabia? Separando os materiais recicláveis (plásticos e metais, por exemplo) de nosso lixo e enviando-os a cooperativas de reciclagem, ajudamos a diminuir a quantidade de resíduos que vão parar nos lixões e geramos renda para várias pessoas, além de contribuirmos para a diminuição da demanda por matéria-prima”.


E O GRUPO INER ESTÁ COM A SUA VIABILIDADE ECONÔMICA PRONTA NO CAMINHO CERTO PARA GERENCIAR OS RESÍDUOS SÓLIDOS


"O estudo de viabilidade é ferramenta fundamental do planejamento de qualquer empreendimento, pois reúne todas as variáveis do negócio e fornece os indicadores para que as decisões sejam tomadas. Em nosso estudo básico de viabilidade econômica, levamos em conta, 6 (seis), aspectos: técnico, financeiro, político, social, ambiental e econômico".

O Programa "Lixo Zero Social 10", está em fase de implantação nos 26 estados e no Distrito Federal e já se encontra pronta toda a sua viabilidade econômica.



https://www.grupoiner.com.br/viabilidade-economica


Segundo Dr. Jomateleno do Santos Teiixeira - Diretor Presidente e Cida Graccietti - Diretora Nacional do Elo Social "no Estado do Paraná como em todos os Estados do Brasil, já possui seu quadro de diretores estaduais, seccionais e regionais, treinados e empossados" conforme se pode constatar pelo link a seguir: https://www.elosocialpr.org/diretoria


"Na verdade, a responsabilidade para com a destinação do lixo cabe as prefeituras o que deve ser feito através da fiscalização do estado, porém Lixo é dinheiro, emprego, saúde e responsabilidade social e em tudo isto o Estado está na obrigação constitucional de zelar".


Segundo pesquisadores e especialistas do Grupo Iner, "é evidente que sem estudar atentamente nosso projeto que é uma verdadeira mudança de paradigma além de, totalmente inovador, não se conseguira única e exclusivamente através do presente estudo de viabilidade, concluir o que demais importante existe, ou seja, a garantia do investimento e o (Paypack) (retorno de capital).


No caso do investimento no Sistema INER de resíduos sólidos está resposta acaba ficando difícil de ser dada, mesmo porque, existe a possibilidade de aquisição das usinas através de empréstimo a título de capital de giro e ainda de se obter financiamento total do saldo com prestações vencíveis após 2 (dois) anos do início das atividades".


Sabemos que um longo caminho já foi percorrido, mas para alcançar a vitória é necessário essa mudança de paradigma e que com certeza o Grupo Iner e a Confederação Elo Social já ultrapassaram com o seu comprometimento social e ambiental!


Para mais informações acesse os portais e links:

https://www.socialdocidadao.org.br/objetivos-e-justificativas

https://www.grupoiner.com.br

www.cooperiner.org.br


Fonte:


https://www.boavontade.com/pt/ecologia/qual-diferenca-entre-reciclar-e-reutilizar


06/03/2019 às 10h47 - quarta-feira | Atualizado em 06/03/2019 às 11h25


https://www.suapesquisa.com/ecologiasaude/reduzir_reutilizar_reciclar.htm


Texto elaborado por Nagma Lira - Regional ABCDM - SP

Revisão Elo SP


Matéria da Federação do Elo Social São Paulo

Adaptação para: Federação do Elo Social Paraná

60 visualizações

Diretoria de Implantação de Projeto:

Rua Cecília Bonilha nº 145, São Paulo - Capital - (Sede Própria) Telefone: +55 (11) 3991-9919 Todos os Direitos Reservados​ © 2018

"Movimento Passando o Brasil a Limpo"